19 de mar de 2010

TRUFAS


Consideradas o ouro negro da chocolateria são produzidas artesanalmente, recebeu este nome em analogia a esta iguaria nobre e de sabor refinado.

Diz-se que tiveram origem em um erro do chef patissier da corte austríaca, no fim do século XIX. Preparando uma das sobremesas para o banquete em honra de um príncipe russo, uma falha fez com que ele inventasse a trufa de chocolate.

Ante o enorme sucesso das trufas entre os ilustres convidados, o chef patissier tentou, por vários dias, repetir o erro, até conseguir refazer aquelas jóias de chocolate. Desde então, nada as supera dentre os bombons mais sofisticados do mundo

As primeiras trufas de chocolate eram produzidas de uma massa a partir de chocolate nobre, creme de leite, glucose e conhaque, e depois eram banhadas em cacau em pó, parecidas, realmente, com a verdadeira trufa tirada da terra.

Apesar de delicioso, a durabilidade dessa trufa era muito pequena, pois sem proteção absorvia rapidamente a inimiga número um do chocolate.

Então, iniciou-se a tradição de banhar em chocolate e a sua durabilidade passou de um dia para aproximadamente vinte dias.

Depois começaram a ser feitas nas formas de bombons (PVC), que hoje são nossos famosos bombons trufados, que além da tradicional, podemos variar o sabor, desde os mais requintados como damasco e nozes até os mais comuns como maracujá e limão, sem perder o valor da tradição.


TRUFAS DE DAMASCO

INGREDIENTES

1 lata de creme de leite
800g de chocolate branco
4 colheres (sopa) de mel
1 colher (sopa) de margarina
150g de damascos secos picados

PREPARO

Leve ao banho-maria o chocolate e o creme de leite até obter uma massa lisa.
Retire do fogo e acrescente os demais ingredientes.
Transfira para um refratário e leve ao freezer por 1 hora ou à geladeira por 8 horas aproximadamente.
Faça bolinhas volte ao freezer por mais 30 minutos.
Banhe as trufas no chocolate.


Trufa de Maracujá com Coco

INGREDIENTES

Massa:

300 g de chocolate branco picado
½ xícara (chá) de creme de leite fresco
¼ xícara (chá) de suco concentrado de maracujá
½ xícara (chá) de coco fresco ralado

Cobertura:

½ kg de chocolate meio amargo picado
¼ xícara (chá) de cacau em pó

PREPARO

Em um refratário, coloque o chocolate branco, o creme de leite, o suco, o coco e, em banho-maria, misture bem até que obtenha uma massa lisa e homogênea.
Deixe no refrigerador por 8 horas.
Em seguida, modele a massa, coloque-as sobre uma bandeja forrada com papel manteiga e deixe no refrigerador por mais 1 hora.
Em seguida, derreta o chocolate meio amargo em banho-maria.
Banhe cada trufa com o auxílio de um garfo, deixe escorrer bem e coloque sobre uma bandeja forrada com papel manteiga. Deixe no refrigerador por alguns minutos até que o chocolate seque. Retire os excessos de chocolate e, por fim, passe as trufas no cacau em pó.

***NA PANELA no Rio de Janeiro*** [2]


SÓ QUERO CHOCOLATE

Até abril, a Lecadô oferece o festival do chocolate e, filiais como a do Carioca Shopping (3688-2580). Algumas boas opções são as tortas Renata, feita com bolo de chocolate e recheio e cobertura de chocolate e morango, e a torta mousse de chocolate branco, com massa de chocolate, recheio de chocolate branco, cobertura de mousse de chocolate, profiteroles e lascas de chocolate ao leite e branco (R$49,90 cada).


Sabor muy caliente

A Barra guarda um pedacinho do México. No Muycaliente Iguarias Bar (2429-0792), tem empadas como a Martin Fierro (carne moída, batata, azeitona, ovo cozido e passas, que custa R$3,90 a und.) e burritos como o Cancun, de frango com mussarela e feijão refrito, a R$14,90 (com guacamole e crema azeda).


Casa Cavé faz 150 anos

A Casa Cavé Centro (2221-0533), completa 150 anos este mês. Para comemorar a data, a confeitaria famosa pelos doces tradicionais, e que vende cerca de mil deles por dia, criou o coconut, um biscoito com cara de bolinho assado, feito com coco ralado e leite de coco (R$39 o quilo). Além do quitute comemorativo, a Cavé vende ainda doces como queijadinha, mil folhas e pastel de nata (R$3,90 a unid).